Palmeiras cede empate no último minuto e perde título mundial sub-17 nos pênaltis

    Nesta quarta-feira, em Madri, a equipe alviverde vencia por 2 a 1 na decisão do Mundial sub-17, mas sofreu o empate do Real Madrid no último minuto e acabou derrotado nos pênaltis por 5 a 4.

    O time merengue saiu na frente logo no começo da partida com o capitão Adrian de la Fuente. Ainda na etapa inicial, Caio Cézar cobrou o escanteio, e Léo Passos empatou.

    No segundo tempo, aos 26 minutos, a jogada funcionou novamente: no tiro de canto, o camisa 10 cruzou desta vez na cabeça de Gabriel Afonso no primeiro pau.

    Quando o título parecia próximo, Diego dominou dentro da área e chutou no contrapé do goleiro Matheus Henrique. Empate e decisão nos pênaltis.

    O arqueiro palmeirense pegou a cobrança de Martin Calderon, e Vitor Eduardo colocou os brasileiros em vantagem. Alberto igualou com direito a cavadinha, e Gabriel Afonso teve azar: a bola bateu nas duas traves. Tudo igual.

    De la Fuente pôs o Real à frente, mas Wesley igualou. Elliot Gómez, Gabriel Barbosa, Zabarte e Vitinho fizeram, e ficou para a série alternada.

    Gutiérrez marcou para o Real, mas o goleiro merengue pegou a cobrança de Airton, e o time alviverde ficou com o vice-campeonato.

    Nesta edição, o Palmeiras venceu Atlético Nacional-COL por 6 a 1 e Rayo Vallecano por 3 a 0 ainda na fase de grupos. Nas quartas, derrotou o Sporting Cristal-PER por 2 a 0; e na semifinal voltou a enfrentar o Rayo Vallecano e ganhou por 5 a 2.

    Agora, o Real é o maior campeão do torneio ao lado do Corinthians com três títulos. Na sequência, com duas conquistas, aparecem Boca Juniors e São Paulo. Já Atlético de Madri e River Plate ganharam o Mundial sub-17 em uma oportunidade cada.