Início de ano é o melhor da carreira de Guerrero? Checamos os números

Info-GUERRERO-inicio-de-temporada (Foto: infoesporte)Depois do treino desta terça-feira, Guerrero concedeu sua primeira entrevista coletiva no ano. O tema principal e óbvio foi o bom momento com a camisa do Flamengo: são cinco gols marcados em cinco jogos até aqui, o último no clássico de domingo contra o Botafogo. Um dos questionamentos foi se o início da temporada em 2017 é o melhor de sua carreira. O peruano não soube responder com exatidão.

– Não sei. Já passei por isso, anotando gols. No Hamburgo também, no Bayern era mais moleque. Acho que em outros times já tive começo de temporada fazendo gols. Mas agora é uma fase boa. Não somente estou fazendo gols, mas o time está ganhando – disse.

Confira os números:

Foram reunidos todos os anos do camisa 9 rubro-negro como atleta profissional – contando a partir da ida do time B para o principal do Bayern de Munique. A conclusão: Guerrero tem, sim, sua melhor arrancada quando o assunto é número de gols. A média atual de um por partida é inédita em inícios de temporada e não foi alcançada nos tempos em que jogava na Alemanha. (Veja os números abaixo)

 

Além do gol no clássico, Guerrero balançou as redes contra Boavista e Nova Iguaçu, duas vezes cada no Campeonato Carioca. A marca supera os bons começos em 2013, segundo ano no Corinthians, e 2016, segundo ano no Flamengo – fez quatro gols nos cinco primeiros jogos. Em duas oportunidades ele sequer marcou: ambas pelo Hamburgo.

Números positivos
O número de pontos conquistados completa a fase feliz. Também é a primeira vez na carreira que o jogador consegue vencer todas as cinco primeiras partidas que realiza na temporada. São 15 pontos conquistados, liderança dos grupos do Carioca e na Primeira Liga.
Tudo, ele garante, resultado de entrosamento com o treinador e da pré-temporada.

– Comecei a fazer um trabalho especial, não treinei nos primeiros dias da pré-temporada, estava com os tornozelos fracos. Montamos um trabalho organizado com departamento e preparadores físicos para eu me preparar bem. Não só eu, o grupo todo. Estamos correndo mais e nos sentindo mais forte para entrar nas divididas. As coisas estão andando como a gente quer.
E nos grandes jogos, como será?
Agora, o desafio de Guerrero será manter o bom aproveitamento ao longo dos próximos confrontos da equipe.
O começo é promissor, mas o atacante e o elenco do Flamengo ainda não foram testados em um patamar acima. Além dos duelos considerados mais simples pelo Campeonato Carioca, o Rubro-Negro enfrentou Grêmio (pela Primeira Liga) e Botafogo, ambos com seus times reservas.
O próximo compromisso do Flamengo na temporada será quinta-feira, contra o América-MG, pela Primeira Liga. Zé Ricardo ainda não deu pistas se poupará parte de seu time titular no duelo, que será disputado em Brasília.
No fim de semana, a equipe encara o Madureira pela Taça Guanabara, domingo, em Volta Redonda. O Rubro-Negro, porém, já está classificado para a semifinal.